História

Localizada na cidade de Belo Jardim a Autarquia Educacional do Belo JardimFaculdade do Belo Jardim foi idealizada por Arthur Barbosa Maciel, que começou a observar o quanto era difícil o acesso ao Ensino Superior para moradores de toda a região, para alguns chegando a ser um acesso inalcançável, principalmente para moças.

Surgiu a oferta de Ensino Superior na cidade. Iniciou como Fundação de Direito Público sem fins lucrativos com a denominação de Fundação de Ensino Superior de Belo Jardim (FESBEJA) e tendo sua primeira unidade de ensino superior o nome de Faculdade de Formação de Professores “Gilberto Freyre”, que funcionou no Edifício José Orlando (atual INSS) assim com o Ginásio de Aplicação.
Em 1975 a FESBEJA passa a ser Autarquia Educacional supervisionada pela a Prefeitura Municipal de Belo Jardim, um ano depois o Conselho Estadual de Educação de Pernambucano autoriza o funcionamento da Faculdade de Formação de Professores de Belo Jardim com os cursos de licenciatura curta em ciências, estudos sociais e letras.

Na década de 80 a Prefeitura de Belo Jardim sanciona a lei onde a Autarquia Educacional do Belo Jardim, torna-se mantedora da Faculdade de formação dos professores de Belo Jardim. Ainda em 85 o Ministério da Educação autoriza a conversão dos cursos de estudos sociais e letras para o curso em Ciências, habilitações em Biologia e Matemática, Geografia; História e em Letras, habilitação em Português e inglês, todos esses de licenciatura.

Logo se tornou referência na formação de profissionais na cidade e região, a faculdade cresceu, estudantes de várias cidades estudavam na época. Com o aumento da quantidade de aluno, em 90 a faculdade passa a funcionar no prédio do Colégio Diocesano, dois anos depois ela inaugura seu prédio oficial onde está funcionando até hoje.